top of page
  • Foto do escritorEquipe

Glúten e intestino: alguma relação?



Atualmente, o único tratamento disponível para a doença celíaca é a exclusão de glúten da dieta. Nesses indivíduos, o glúten aumenta a expressão de zonulina, promovendo a degradação das junções que ligam os enterócitos (Tigt Junctions) e o aumento da permeabilidade intestinal. Além disso, a ativação da cascata de inflamação pelo glúten pode gerar morte dos enterócitos e atrofia das vilosidades.


A sensibilidade ao glúten também pode ocorrer em indivíduos que não têm o diagnóstico de doença celíaca, mas apresentam sintomas gastrointestinais logo após a ingestão de glúten (dor abdominal, distensão abdominal, diarreia e constipação). Nesses casos, também é necessário excluir o glúten. Ainda, há aqueles indivíduos com sensibilidade ao glúten que apresentam sintomas extra-intestinais.


Tanto na doença celíaca como na intolerância ao glúten a exclusão do glúten auxilia na recuperação da microbiota intestinal, reduz a inflamação e permite a restauração da barreira intestinal.


Em indivíduos que não apresentam essas condições clínicas e possuem a microbiota saudável, uma dieta isenta de glúten reduz a quantidade de bactérias benéficas (Bifidobactérias) e aumenta a quantidade de bactérias potencialmente patogênicas (Enterobacteriaceae e Eschirichia coli). Ou seja, pessoas que não têm sensibilidade ao glúten, com a microbiota saudável e sem doenças que afetam o trato gastrointestinal não apresentam os mesmos benefícios da dieta sem glúten que aqueles que apresentam doenças celíacas.


A manutenção do intestino saudável envolve uma alimentação baseada em frutas, verduras, proteínas vegetais e carnes magras. O glúten de maneira independente não afeta negativamente a saúde. Portanto, é preciso avaliar a qualidade nutricional do alimento que será consumido, o estado de saúde geral e sinais e sintomas apresentados pelo indivíduo para identificar se pode haver prejuízo para a microbiota intestinal.

Referências:

Caio G, Lungaro L, Segata N, Guarino M, Zoli G, Volta U, De Giorgio R. Effect of Gluten-Free Diet on Gut Microbiota Composition in Patients with Celiac Disease and Non-Celiac Gluten/Wheat Sensitivity. Nutrients. 2020 Jun 19;12(6):1832. doi: 10.3390/nu12061832. PMID: 32575561; PMCID: PMC7353361.


Garcia-Mazcorro JF, Noratto G, Remes-Troche JM. The Effect of Gluten-Free Diet on Health and the Gut Microbiota Cannot Be Extrapolated from One Population to Others. Nutrients. 2018 Oct 4;10(10):1421. doi: 10.3390/nu10101421. PMID: 30287726; PMCID: PMC6212913

157 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page